Posts Tagged ‘campos de carvalho’

h1

Púcaro na Bulgária

03/12/2009

Inacreditável. Uma edição bilíngue de O Púcaro búlgaro foi lançada na Bulgária há uma semana. Falta agora encomendarem a apresentação da peça na Bulgária!!!

A notícia está no site do Ministério das Relações Exteriores:

Sófia – Lançamento de “O Púcaro Búlgaro”

Obra literária brasileira é lançada para público na Bulgária

O lançamento da edição bilíngue (português-búlgaro) de “O Púcaro Búlgaro”, do escritor brasileiro Campo de Carvalho, será realizado no dia 25 de novembro. O evento ocorrerá no salão da Biblioteca Nacional na capital do país, Sófia.

A iniciativa faz parte do projeto de edições de literatura brasileira no idioma local. Foram publicadas, até agora, as obras “Sete Contos Brasileiros”, “Outros Contos Brasileiros”, “Poesia Brasileira Contemporânea”, além de os contos “Baleia e Ciúmes”, de Graciliano Ramos, “Missa do Galo”, de Machado de Assis, “Canaã”, de Graça Aranha e “Lua da Fonte”, de Anderson Braga Horta. As obras são direcionadas aos estudantes de língua portuguesa das universidades búlgaras. “

Anúncios
h1

Obra reunida

13/05/2009

Obra reunida de Campos de Carvalho

Obra reunida de Campos de Carvalho

O púcaro búlgaro me levou a conhecer outro romance excelente desta figura chamada Campos de Carvalho: A lua vem da Ásia. A irreverência e a liberdade do autor me fazem indicar sua Obra Reunida, editada em 2002 pela José Olympio. O livro traz, ainda, Vaca de nariz sutil e A chuva imóvel.

Do prefácio de Jorge Amado, escrito em 1995: “Uma das obras maiores da literatura brasileira, por tantos anos esquecida, fora das montras das livrarias, reencontra o caminho do público e o reconhecimento da crítica (…). A Editora (…) coloca o grande romancista, tão diferente e único, outra vez diante dos leitores”.

O mineiro Campos de Carvalho (1916-1998) foi romancista, ensaísta e cronista. A seu pedido, sua Obra reunida exclui seus dois primeiros livros e começa pelo romance A lua vem da Ásia. Clique aqui e saiba mais sobre Campos de Carvalho.