h1

Púcaro na Bulgária

03/12/2009

Inacreditável. Uma edição bilíngue de O Púcaro búlgaro foi lançada na Bulgária há uma semana. Falta agora encomendarem a apresentação da peça na Bulgária!!!

A notícia está no site do Ministério das Relações Exteriores:

Sófia – Lançamento de “O Púcaro Búlgaro”

Obra literária brasileira é lançada para público na Bulgária

O lançamento da edição bilíngue (português-búlgaro) de “O Púcaro Búlgaro”, do escritor brasileiro Campo de Carvalho, será realizado no dia 25 de novembro. O evento ocorrerá no salão da Biblioteca Nacional na capital do país, Sófia.

A iniciativa faz parte do projeto de edições de literatura brasileira no idioma local. Foram publicadas, até agora, as obras “Sete Contos Brasileiros”, “Outros Contos Brasileiros”, “Poesia Brasileira Contemporânea”, além de os contos “Baleia e Ciúmes”, de Graciliano Ramos, “Missa do Galo”, de Machado de Assis, “Canaã”, de Graça Aranha e “Lua da Fonte”, de Anderson Braga Horta. As obras são direcionadas aos estudantes de língua portuguesa das universidades búlgaras. “

Anúncios

One comment

  1. Em 2008 viajei a Bulgária para realizar uma exposição dentro do Festival de Cultura Brasileira naquele país.
    Ao comentar sobre a viagem com o amigo Paulo Vítola,(que na época estava (re)lendo o livro) este me solicitou que lhe trouxesse de presente um púcaro Búlgaro. Comentei então sobre a história do livro com o Embaixador Paulo Wolowski, que curioso em conhecer a história me solicitou que levasse um exemplar do livro na viagem. Acontece que a 1ª e única edição de 1964 estava esgotada e só era encontrada em sebo a preço de obra rara. Decidi então pintar uma tela, a qual dei o nome de “Púcaro Búlgaro”.
    Durante a exposição, no Museu Arqueológico da Cidade de Varna, a história de como surgiu o quadro, bem como a história do livro, foi contada e passada de boca em boca, despertando muita curiosidade aos búlgaros.
    Então a Embaixada juntamente com o Departamento de línguas latinas da Universidade de Sófia resolveram editar o livro em idioma búlgaro, usando na capa a tela “Púcaro Búlgaro” que levei a exposição.
    Fiquei sabendo também que estavam querendo fazer uma montagem da peça por lá.
    O Curioso é que a 2ª edição do livro, foi lançada no Brasil no dia 23 de Junho de 2008, um dia antes de eu embarcar para a Bulgária.
    Desta forma, me sinto com orgulho autor intelectual da 1ª e provavelmente única edição do livro de Campos de Carvalho na Búlgária.
    Porem, pelo prefacio feito ao livro pelo escritor búlgaro Rumen Stoyanov creio que o livro pode não ter sido do agrado de todos os bulgaros.
    Ele diz em certo trecho ….”O Púcaro Búlgaro é obra prima naquela prosa latino americana, mas pode provocar certo desconforto aos leitores búlgaros privados de senso de humor: como alguém vai gastar gozações com a Bulgária, questionando se ela existe; como vai desencadear sua engenhosidade a expensas nossas? E se argumentamos a mesma coisa com signo contrário, ou seja, o Brasil e se os brasileiros não existem, vão achar graça, heim? Não sei se acharão graça. Suponho que não darão bola ou soltarão gargalhadas, mas o próprio Drummond já nos ganhou dizendo por ocasião, d’O Púcaro, com toda a impiedade: “Nenhum Brasil existe. E acaso existirão os brasileiros?” Além do mais, Campos de Carvalho duma penada eliminou o estado do Ceará, cuja a área é de 146,000 quilometros quadrados, para que vejam aqueles sambistas como dói, e nós respiremos com alívio patriótico…”



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: